Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Vida nova, medos velhos

Queridas pessoas que me acompanham desse lado e me vão fazendo sentir melhor...

Infelizmente parece que o meu mundo caiu. A minha relação de quase dois anos parece que chegou ao fim. Os últimos meses foram passados a discutir, embora ele também tenha cometido os seus erros, eu também cometi muitos. Na última semana tenho tentado fazer de tudo para que volte atrás com a sua intenção, que nos deixe tentar uma última vez. Mas não, ele não quer.
Tenho de apresentar-vos. Ele é um homem carinhoso e que me faz/fez muito feliz, 19 anos mais velho que eu (o que até agora nunca tinha sido um problema), nasceu aqui na Alemanha apesar de filho de pais portugueses, passou a adolescência em Portugal e há cerca de 20 anos voltou para cá. Conhecemo-nos quando aqui cheguei há 2 anos, era meu chefe. Apaixoná-mo-nos, moramos juntos, mudámos de casa e de trabalho. Neste momento temos uma casa maravilhosa, animais de estimação e uma cidade com amigos. As coisas deixaram de correr bem, por muito que lhe peça não volta atrás, não nos dá uma nova oportunidade.

Agora cá estou eu, sozinha nesta terra fria, 2 anos depois, a portuguesinha que nada sabe deste mundo. Preciso de nas próximas semanas fazer-me à vida, procurar uma nova mini-casa só para mim e para o canito. Sinto-me perdida. Perdi o meu amor, o meu companheiro e a minha muleta/âncora neste país. Sinto-me vazia e tenho medo. Estou só.

Este terrível medo, sempre foi o pavor da minha vida. Ficar sozinha! Eu que sou a pessoa que enquanto espera que o companheiro venha do trabalho, porque se atrasou, já começa a desesperar porque odeia estar sozinha em casa. Agora terei de viver sozinha. Perdi tudo, perdi o chão. Estou preenchida por este medo e sinto-me vazia. Não tenho fome, não tenho sono e não sei o que faça! Provavelmente terei de mudar de emprego e de cidade pois trabalhamos no mesmo sitio e as coisas não serão nada fáceis por aqui. Mas como, como farei agora tudo isto SOZINHA????

Desculpem o desabafo, mas mais uma vez precisava de deitar cá para fora e aqui no meu cantinho é o único sítio onde o posso fazer...

Sem comentários:

Enviar um comentário